sábado, 13 de maio de 2017

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Cachoeira de Santa Clara - Visconde de Mauá ROTA POSTAL - Mail Art Maurício Rosa - Arte Postal

Sempre adorei colorir fotografias.
Muitos anos sem praticar, tantos quanto os que não vejo minha querida Vera Regina, morando na Noruega. Daquelas amigas da adolescência que não se esquece jamais, Brasília-Cruzeiro-Brasil.  
Este intercâmbio vai em mãos através de outra amiga Silvia Tulasi aqui de Visconde de Mauá indo Oslo.
Arte Postal favorecendo encontros, Visconde de Mauá ROTA POSTAL segue hoje 17.04.2017. 

sexta-feira, 7 de abril de 2017

POLACA 2017 - Maurício Rosa - Mail Art German Immigration in Brazil - ARTE POSTAL.

Este salão sobre Imigração Alemã para o Brasil esta bem longe, São Leopoldo Fest 2019.
Fiquei afim de participar, afinal o lugar que moro, Região turística de Visconde de Mauá também recebeu imigrantes alemães enriquecendo nossa cultura. 
Pensei em mandar mais para frente.  

Colagem com retalhos de cartões.

Devagar fui remontando os retalhos de cartão, nem pensava nisto, mas sentia que faltava algo.
Foi quando lembrei do livro "As jovens polacas" de Esther Largman que havia lido anos atras e também da convocatória German immigration in Brazil. de Martina Berger, correspondente do salãoARTEcorreios Visconde de Mauá de São Leopoldo (RS) - Brasil.

Então Acrescentei o titulo de "POLACA" e com isto muito conceito ao meu cartão de colagem.

Distrai, errei no ano. Realizado em Abril 2017. rs. "O tempo não para". 
Polacas é como eram conhecidas as jovens judias trazidas da Europa para prostituição no Brasil. Fizeram escola, isto em torno dos anos de 1920, um século atras e a história continua... 
Trafico de mulheres e prostituição.
Vitimas da armadilha social, podem ser consideradas também pioneiras na defesa de seus direitos e dos movimentos feministas no Brasil.


Época em que foi lançado este selo com Mércurio, acho que nome do artista é Hilarião Timóteo da Silva, selo da série Vovô.   
O selo de atividades econômicas "Siderurgia" vem depois, serie Netinha 1946, trocou a moeda.  


Feliz com minha contribuição para esta convocatória e também pela despretensiosa  homenagem as polacas. Foi assim, surgiu de repente... 


Aqui o livro em que conheci esta história.
E seguimos em frente com
"Visconde de Mauá - ROTA POSTAL"

terça-feira, 4 de abril de 2017

Currículo Maurício Rosa 2017.

Currículo.
Mauricio Rosa: Maurício Corrêa Rosa  é artista e produtor cultural.  DN: 14.11.1964 - Resplendor (MG).
- Em Brasília (DF), trabalhou no Banco do Brasil de1980 ate 1996. Formação em Silk, fotografia, Papel Artesanal e gestão participativa. Trabalha com produção cultural e eventos desde 1990, Participando ativamente dos Concertos e Rua de Arte e Lazer – CANTA GAVIÃO em Brasília (DF).
 
- Em 1994 inicio as pesquisas com o papel artesanal como membro fundador do Núcleo de fibras do MVMC- Museu Vivo da Memória Candanga – Brasília (numa parceria HJKO/ICT – Instituto de Ciência e Tecnologia). Realizo cursos e oficinas de Iniciação ao papel artesanal, Papel reciclado avançado, Papel de fibras, Tinturas vegetais. Participa do 1º encontro de papeleiros de Bsb. Oficinas com Diva Buss, Nícia Mafra, Vera Queiroz, Shirley Paes Leme, HilalSamiHilal etc.)

- Em 1996 crio a MR Papel – PAPELariaARTEsanal na região turística de Visconde de Mauá e inicio pesquisas com o Papel Botânico artesanal, utilizando as plantas da Serra da Mantiqueira para a extração de fibras, tinturas e flocagens para as folhas, inserindo assim identidade regional.
2007/2014 – Nove participações no Salão do Pinhão do CCVM- Centro Cultural Visconde de Mauá como expositor, assim como apoio e produção dentro da parceria com o espaço.
Abril 2009: - Exposição individual de integração “O papel de Pinhão: Expressão cultural, identidade e integração regional” - Apresentando os papeis, feitos  artesanalmente  a partir da entrecasca do Pinhão como um material de expressão cultural, com identidade regional.  Utilizando as cascas do fruto da Araucária, pinheiro genuinamente brasileiro tombado como patrimônio em nossa região, este papel e utilizado como material de agregação sócio cultural através de oficinas, exposições e outras ações. Disseminando a cultura do papel comprometida com as questões ambientais e regionais. Aconteceu concomitante em três espaços distintos pelos três municípios formadores da região turística de Visconde de Mauá.

2009/2016 – Exposição coletiva “O papel das Vilas ” - Articulação, produção e expografia.  Um projeto inclusivo que conta de mais de 100 artistas plásticos e fotógrafos nesta coletiva em suas diversas edições. Todos produzirão suas obras utilizando-se dos papeis da linha que pesquiso utilizando plantas da Mantiqueira, o Papel Botânico. Agregando valor como material de expressão, nas comemorações de 03 décadas de pesquisas do papel artesanal no Brasil.
Foram realizadas 14 edições numa parceria da MR Papel e CCVM – Centro Cultural Visconde de Mauá. Abertura no CCVM dez/2009 e iniciamos suas itinerâncias agregando novos artistas pelo caminho. Em 2010 - MAM- Museu de Arte Moderna de Resende (RJ), Espaço Cultural Recanto 21 em Quatis (RJ) e Centro de visitantes do Jardim Botânico do Rio (RJ). Em 2011no Centro de visitantes do Parque Nacional do Itatiaia (RJ), no Centro Cultural Fazenda da Posse em Barra Mansa (RJ) e Atelier Galeria Felicidade Patrocínio em Montes Claros (MG). Em 2012na Rio+20: Stand ABIDES na Cúpula dos povos e CCC-Centro Cultural Carioca. Em 2013na Galeria do Senado – Brasília (DF),  no Instituto Silo Cultural Paraty (RJ). Em 2014: Casa de Cultura de Piraí (RJ), Galeria Ambiente – Visconde de Mauá (RJ). Em 2015: Galeria atelier Rubens Gerchman – Mirantão (MG) e e na EXPO ABIDES - Fundição Progresso – Rio de Janeiro (RJ). Em 2016 – PEPS – Parque Estadual da Pedra Selada (RJ).  Sempre integrando novos talentos numa reverencia a nosso pioneiro Otavio Roth e aos multiplicadores que se seguirão.
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/03/artistas-do-o-papel-das-vilas-e-sua.html

- Salão da Primavera – Museu Arte Moderna Resende (RJ):  Obras selecionadas em 2010, 2011, 2013, 2014.

2010 – Doação da obra “Trem Azul” ao MAM Resende e posterior exposição no CCVM.

2011 - Menção de honra no salão “Um olhar sobre a AMAN” - Comemorações ao bicentenário da Academia Militar das Agulhas Negras. – Resende (RJ).
2011- Convidado do programa “Pura Atitude” – TV RIO SUL.
2011/2012 - Contrato com a prefeitura municipal de Itatiaia pelo projeto “Mulheres de Itatiaia construindo sua identidade – O papel das Mulheres” de Ago 2011 a Dez. 2012. Realiza oficinas do ciclo de e reutilização de papeis especiais.  Desenvolvimento do projeto coletivo “O livro encantado” que gerou uma exposição de bonecos de papelagem agregando outros descartes do cotidiano para sua confecção. Exposição na II FLIVIMA- Feira do Livro de Visconde de Mauá, Galeria Rio Sul e itinerância pelas escolas e outros espaços. https://www.facebook.com/mauricio.c.rosa.9/media_set?set=a.1449535529474.2057830.1565817062&type=3  e https://www.facebook.com/mauricio.c.rosa.9/media_set?set=a.10202977457828504.1565817062&type=3

2013 - Salão do centenário da Banda da Academia Milita das Agulhas Negras – Resende (RJ).

2013 – Exposição como artista convidado da Galeria Rio Sul.
2013- Participação no salão do Observatório da ? -  Espaço Z -  Resende (RJ)
2014 - Destaque no Guia  4 rodas 2014 – Gente de Visconde de Mauá.
2014 - Apoio e participação especial no “Festival do pequeno cineasta”.
2014 - Criação da Galeria Ambiente – com acervo físico e virtual de Maurício Rosa e Rodrigo Rosa, dos artistas do projeto “O papel das vilas”, artistas regionais e de convidados. Para dar visibilidade ao publico, comercialização e conservação de acervos, produção cultural, divulgação de eventos, intercambio artístico, bem estar e formação de publico para arte. Visito realizando registro fotográfico de inúmeras exposições, divulgo arte pelas redes sociais, ao tempo que pesquiso novas linguagens e possibilidades virtuais de apresentar os trabalhos.                                                                       http://galeria-ambiente.sitepx.com/mauricio-rosa-arte-postal-cartaobra-mail-art.html

 2014 - Convidado para o projeto de intercambio CARTA/OBRA coordenado pela artista plástica Suyan de Mattos, numa releitura da Mail Art/Arte Postal.                           http://cartaobradois.wixsite.com/home/mauricio-rosa

2014 – Recebo, encaminhado em nome do meu irmão,  o artista e educador Rodrigo Rosa, in memoriam  (#1966+2014), o Prêmio de artes plásticas Marcantonio Vilaça – 7ª edição - FUNARTE.  Para doação de obras para complementação do acervo do Museu Nacional da Republica Honestino Guimarães do Conjunto Cultural da Republica - Brasília (DF).

2014 - Idealização e produção I Circuito de artes em papel – Comemorações de 5 anos  “O papel das vilas” -  Produção em parceria: CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá: Exposição de  Aquarelas de Claudia Simões e encontro papeleiro com Rubens Matuck. - Biblioteca do Visconde/CCVM - Nós na historia do papel artesanal brasileiro: Trabalhos de artistas pioneiros em papel artesanal - Galeria Ambiente: “O papel das vilas” – Edição comemorativa com lançamento de vídeo de Marcelo Hilgenberg. - Galeria Estudio Persona: “A Grande viagem” por Roberto Campadello (in memorian) e Carmen Flores Campadello. - MR Papel - PAPELaria ARTEsanal: Arte papel de Mauricio Rosa. Atelier M. Lanfredi - “O Livro Encantado”.  https://www.facebook.com/pg/Galeria-Ambiente-Arte-Designer-e-Conceito-528849263914238/photos/?tab=album&album_id=603501679782329

2015 - Fotografias publicadas no catalogo “Viagens Imóveis de Jacqueline Belotti” - Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea 2014 – Atos Visuais FUNARTE Brasília. 

2016 – Produção e curadoria da exposição RODRIGO ROSA – A forma e a arte da cidade no Museu Nacional do Conjunto Cultural da Republica em Brasília.
Criação de site inserção nas redes sociais através de paginas, blogs e outras mídias.

2016 – Participo de exposições através projeto coletivo CARTA/OBRA em Brasília na Galeria Decurator, em Piracicaba (SP) no Ateliê Casa 3 e uma internacional na Alemanha.                                                     http://galeria-ambiente.sitepx.com/arte-postal-cartaobra-mail-art.html

2016 – Cenografia, assessoria e registro fotográfico do especulo de dança “Movimento Natureza” do Viva Mauá – Espaço Integrado e CODA – Conservatório de Dança do Rio de Janeiro.

2017 - Dissertação: "O traço como percurso sobre o papel"

2017 – Produção e curadoria da I Quinzena de Arte Postal de Visconde de Mauá (in progress). Com exposições do CARTA/OBRA, criação do salãoARTEcorreios, palestras, ação educativa.

Mauricio Rosa

24-3387.1539

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Prato com pinhões - Maurício Rosa 2013






Pinheiro ao luar


Portal do tempo - Maurício Rosa 2010

Portal do tempo 
Série homenagem as cores.
Papeis Botânicos diversos, feitos artesanalmente de entrecasca de Pinhão  e reciclados com tinturas vegetais e flocagens de musgos e fibras diversas. Tinta acrílica. 




segunda-feira, 30 de junho de 2014

El sin nombre - Mauricio Rosa 2014

El sin nombre - Mauricio Rosa 2014
Técnica mista: Colagem sobre papel artesanal Botânico reciclado com tintura de Pinhão e branco com cascas de cebola. Papelão parana, retalhos diversos, tinta acrílica e lápis de cor.  


quarta-feira, 18 de junho de 2014

Visconde de Mauá: "PAPEL-ARTE-POESIA" por Maurício Rosa 2009

"A MONTANHA , MINHA VILA"
Colagem de papeis artesanais Botânicos sobre papel de entrecasca de Pinhão, 
nosso papel de identidade regional.

    
       "AS VILAS MOSQUETEIRAS"
Há uma VILA em qualquer lugar.
 VILA é onde estou e vou. 
VILAS de amizade. VILAS de amor.
Há muitas VILAS em outras praias e minha VILA na montanha.
 Tem um rio na VILA e a ele unem-se outros rios e VILAS aqui e ali. 
VILAS de cada um.
Vidas da VILA.
 Minha vida, minha VILA. 

Muitas vidas na VILA. 

Na minha VILA tem uma ponte e muitos caminhos para outras VILAS...

Há uma VILA num beijo de mãos dadas. 


Há mais VILAS pela caminhada.
Há nas VILAS crendices e orações. 


VILAS nas igrejas das VILAS e nas filas de comunhão.
Nas escolas formam-se VILAS.

 VILAS de crianças, fantasias da infância e depois ... outras VILAS virão.
Lembranças nas fotos da vida nas VILAS.

 O papel no registro tem sua vida.
Muitas VILAS em uma vida.

Na minha VILA tem uma ponte e muitos caminhos para outras VILAS.
As nossas VILASentre tantas arvores, tem uma amiga por toda a vida.
 Com  galhos voltados para o céu, sagrada e viva é esta VILA.
 Aquece e alimenta no frio, de seus frutos e nascem novas VILAS.
 VILAS de fartura e felicidade. 
Neste poema cabem muitas VILAS
Nas vozes em coral nas VILAS 
Muita musica, cor e roda para nossas vidas.
Na minha VILA tem uma ponte e muitos caminhos para outras VILAS.
Muitas VILAS em três municípios. 
VILAS em reunião. Dois estados e estas VILAS.
As pedras e qual a direção? 
Conflitos nas VILAS em confusão. 
VILAS de idéias abstratas. 
Vidas de esperanças e casamentos.
 VILAS em paz, amor e união.
Vilas de terra, água e mata.
 Vidas no pó da estrada.
VILA é uma casa para cada um.
 Sua casa o abrigo dos seus sonhos, mais meus sonhos e outros sonhos.
 Uma vida com outras vidas. 
Juntos somos a VILA.
A VILA É UM
UM É TODOS
E TODOS SOMOS UM. 
Maurício Rosa - 2009